Bia Figueiredo confirmada para a temporada 2011 na F-Indy

Aeeee Bia.

Bia Figueiredo foi confirmada para a temporada 2011 da Fórmula Indy com patrocínio da Ipiranga. Bia vai competir pela equipe Dreyer & Reinbold.

A Bia eu a conheço desde 2001. Caraca. Estou velho.

O Allkart.net cobriu a primeira pole position de uma mulher na categoria Graduados A, categoria TOP no kartismo nacional. Foi em 2001 em Betim. Ela foi pole com o tempo de 46s728 e bateu o recorde da pista. Olha o grid:

1) Bia Figueiredo (SP), 46s728
2) Sérgio Jimenez (SP), 46s937
3) Rafael Daniel (SP), 47s027
4) José Gimenez (SP), 47s049
5) Renato David (SP), 47s099
6) Nelson Merlo (SP), 47s101
7) Júlio Campos (SP), 47s106
8 ) Tiago Machado (RS), 47s150
9) Marcello Thomaz (SP), 47s174
10) Felipe Forti (SP), 47s253

Estive em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, em 2005, quando a Bia venceu pela primeira vez no automobilismo. Corrida de Fórmula Renault pela Cesário Fórmula. Chorei também. Como ela.

Abaixo o release da Bia Figueiredo. Parabéns Bia.

Ipiranga patrocina Bia Figueiredo na Fórmula Indy em 2011

03.03.2011 – Com patrocínio da Ipiranga, Ana Beatriz Figueiredo disputará a temporada de 2011 da Fórmula Indy com a equipe Ipiranga Dreyer & Reinbold Racing. Esta é a segunda temporada da Ipiranga com a pilota brasileira na Fórmula Indy.

“Patrocinar a Bia Figueiredo é uma satisfação enorme para a Ipiranga. Pelo destaque que ela já possui no esporte a motor e pela paixão pelo carro que cultivamos, era natural que mantivéssemos a parceria iniciada ano passado, consolidando nossa presença nessa importante categoria do automobilismo mundial, afirma Jeronimo Santos, diretor de varejo e marketing da Ipiranga.

“Para mim é uma felicidade muito grande. Disputar um campeonato inteiro da Indy é tudo que eu sempre quis, como piloto e como pessoa. Estou orgulhosa por correr com as cores de uma empresa brasileira, por ter o apoio e a confiança da Ipiranga no meu trabalho”, afirma Bia Figueiredo, como é conhecida no Brasil.

Primeira e única brasileira a alcançar uma categoria top do automobilismo internacional, Ana Beatriz estreou na Indy em 2010. Disputou quatro etapas do campeonato e se tornou também a primeira mulher do Brasil a competir na clássica prova 500 Milhas de Indianápolis, com a Dreyer & Reinbold Racing.

“As quatro corridas do ano passado foram muito importantes, nos deram muita abertura. O André Ribeiro e o Augusto Cesário, gestores da minha carreira, e eu trabalhamos duramente no projeto para viabilizar o campeonato de 2011. E construímos um ótimo relacionamento com a Dreyer & Reinbold”, relata a pilota.

Em 2010, depois de correr em São Paulo e Indianápolis, Bia foi convidada pela equipe para substituir Mike Conway nas provas de Chicago e Miami. “É uma honra continuar com a Dreyer & Reinbold  em 2011 e me juntar ao trabalho que a equipe está fazendo para crescer, se tornar grande. Eles já me conhecem e sabem o que eu preciso para me tornar uma pilota forte”, diz ela.

Bia correrá com o carro 24. “O carro número 24 tem um significado especial para a Dreyer & Reinbold Racing e estamos exultantes por nossa parceria com a Bia e com a Ipiranga em tempo integral em 2011. Bia é uma verdadeira profissional dentro e fora do carro, não poderíamos pensar em uma escolha mais adequada para a nossa organização e de todos os nossos parceiros”, afirma Dennis Reinbold, co-proprietário da Dreyer & Reinbold Racing.

Ela já se encontra em Indianápolis, onde reside durante a temporada e onde fica a sede da equipe, trabalhando nos preparativos finais do seu carro para os testes particulares no circuito misto de Sebring, na Flórida, nos dias próximos dias 9 e 10, e para os treinos coletivos da Indy que serão realizados no Barber Motorsports Park, no Alabama, em 14 e 15 de março.

A pilota está muito entusiasmada. “Minhas expectativas são ótimas. A equipe está muito animada, tenho um excelente companheiro, o Justin Wilson, um piloto muito experiente. Aprenderei muito com ele. Vou levar toda a minha dedicação e paixão para conseguir bons resultados. Estou muito contente porque vamos começar a trabalhar na pista, e quero agradecer a todas as pessoas e patrocinadores que me ajudaram a chegar aqui, especialmente ao André Ribeiro, ao Augusto Cesário, e à Ipiranga”, conclui Ana Beatriz, seu nome oficial na Fórmula Indy.

Ipiranga e Indy

Jeronimo Santos, diretor de varejo e marketing da Ipiranga, avalia a participação na Indy como a concretização da paixão que inspira os movimentos da empresa: “Para quem é apaixonado por carros, como a Ipiranga, o automobilismo é mais que uma plataforma de marketing, faz parte do nosso negócio, materializa o nosso posicionamento. A Indy cresce a cada ano em competitividade e reconhecimento, além de oferecer um mix de marketing muito interessante e levar ao público valores importantes para a Ipiranga, como trabalho em equipe, tecnologia e eficiência. Através da ativação desse patrocínio conseguimos nos comunicar com diversos públicos de uma forma muito positiva e efetiva. E a Bia Figueiredo como atleta de destaque e apaixonada por carro é uma personalidade que contribui para fortalecer os valores da nossa marca”.

Participam do projeto com a Ipiranga a Lubrizol e a Monange.

A Ipiranga é maior empresa privada de distribuição de derivados de petróleo no Brasil. Possui uma rede de mais de 5.600 postos de combustível da marca, voltados a atender as necessidades diárias dos consumidores, oferecendo desde combustíveis e lubrificantes a produtos de conveniência – são mais de mil lojas am/pm e mais de 680 unidades Jet Oil e Jet Oil Motos – a serviços especializados para automóveis e motos, franquias próprias instaladas nos postos da rede. Complementando a estratégia de diferenciação da oferta,  a  marca possui e-commerce com mais de 40 mil itens à venda, meios de pagamento próprios e programa de fidelidade com mais de 5,5 milhões de participantes. No ano de 2010, a Ipiranga registrou receita líquida de R$ 36,5 bilhões com crescimento de 20% em relação a 2009, com volume de vendas de 20,1 milhões de metros cúbicos. A Ipiranga integra  um dos maiores grupos empresariais brasileiros – Ultrapar. A companhia atua no setor de distribuição de combustíveis, através da Ipiranga, e de GLP, através da Ultragaz, na armazenagem de granéis líquidos, com a Ultracargo, e na produção de químicos, através da Oxiteno.

Dreyer & Reinbold Racing

Em sua 12ª temporada na Indy, a Dreyer & Reinbold Racing atualmente é dirigida por Dennis Reinbold e Robbie Buhl, que estrearam juntos como dirigentes na categoria vencendo a corrida de Walt Disney Speedway em janeiro de 2000, com Buhl como piloto. A equipe soma mais de 270 corridas na Indy e já classificou 27 carros nas 500 Milhas de Indianápolis, incluindo o de Bia Figueiredo em 2010. Entre os pilotos da DRR já estiveram Al.Unser Jr., Buddy Lazier e Buddy Rice, vencedores da Indy 500, além de Ryan Briscoe. A DRR tem uma das maiores heranças de família no automobilismo americano: o avô do Dennis Reinbold, o “Pop” Dreyer, marcou seu nome correndo no Indianapolis Motor Speedway nos anos 1930, 1940 e 1950.

Bia Figueiredo

Única brasileira em uma categoria top do automobilismo internacional e única brasileira a correr nas 500 Milhas de Indianápolis, Bia Figueiredo é a única mulher a vencer na Fórmula Renault, três vezes, em 2005; a primeira mulher a vencer na Indy Lights, duas vezes, em 2008 e 2009; e a única mulher a competir e vencer no Desafio das Estrelas, torneio de kart organizado por Felipe Massa, em 2010.

Anúncios
Esse post foi publicado em Automobilismo e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s