A história do Hotel Topo Gigio

Vim para Guaporé, Rio Grande do Sul, e estou hospedado no famoso Hotel Topo Gigio. Acredito que no meio do automobilismo é um dos lugares mais conhecidos e comentados. É bem simples. Honesto, pelo preço. R$ 80,00 o quarto luxo. Estou nele. Duas camas pequenas, uma TV no alto da parede, ventilador no teto e um chuveiro que fica variando entre quente e frio.

Mas vocês sabem por que o hotel tem o nome Topo Gigio? Se você pensa que é por causa do ratinho italiano acertou. Vamos à história.

Na década de 60 – antes mesmo da construção do autódromo, o italiano Hetore Bergamini, um biólogo, decidiu construir um hotel em Guaporé. Mas qual nome colocar? Foi quando percebeu que sua filha mais nova, Olga Bergamini, vivia dizendo a frase: Y a la camita, a la camita.

Olginha era fã do rato italiano Topo Gigio e o escutava todas as noites no rádio antes de dormir. Ai o Hetore decidiu colocar o nome no mais novo hotel da cidade. E parece que era o primeiro. A fachada atual do hotel foi reformada e inaugurada em 1983.

Olga mora nos fundos do hotel. Hetore já faleceu. Hoje, João Bergamini, filho do meio, é o dono. Ainda tem mais dois irmãos na história: Heitor e Paulo.

Quem diria que o hotel Topo Gigio realmente é por causa do rato figura.

Para quem quiser matar saudade do rato, ou conhecê-lo, vejam o vídeo abaixo. Eu me lembro do rato na TV Bandeirantes. Era legal.

Ah, esta história não é do Google não. É dos próprios funcionários.

Anúncios
Esse post foi publicado em Automobilismo, Causos do Nei e marcado , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para A história do Hotel Topo Gigio

  1. Las Meninas Blogmix disse:

    Oie! Adorei! Conheci um cara que tinha o apelido de Topo Gigio. Tadinho… (era feinho… rsss), mas era um cara legal. Bejokas e o blog está bem bacana. Rejane

  2. marcoshoffmann disse:

    estava procurando informações sobre o hotel e encontrei no teu blog. pode me dizer mais alguma coisa. por ex: tem internet wireless – garagem?
    é que estou indo para Guaporé e sempre fico no hotel Las carreras, que hj está meio abandonado…

    ass:
    marcos hoffmann
    http://www.clicrbs.com.br/viajandodecarro

    • neitessari disse:

      Estou mandando email para você… Mas fica a resposta aqui também.
      O hotel tem internet sim e garagem. Se você me perguntar o que é ruim no hotel eu responderia duas coisas: café da manhã (fraco) e cama (muito ruim).

      Abraços

      Nei

  3. Pingback: GT3: Sai Campo Grande e entra Guaporé. Será? | Bobo da Corte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s