Outra categoria para o nosso automobilismo

Recebi neste feriado um release do Rafael Durante anunciando uma nova categoria para 2012. Será a MM Cup. O desenho do carro é inspirado nos modelos da década de 60. Eu particularmente achei bem legal.

Quem está envolvido é o ex-piloto da Stock Car Felipe Gama. Abaixo, imagens e o release com todas as informações. Vai custar cerca de 100 mil reais/ano.

Este slideshow necessita de JavaScript.

MM Cup é a mais nova categoria do automobilismo brasileiro

Novo campeonato une nostalgia e performance para reforçar o segmento de alta competitividade e baixo custo no esporte a motor brasileiro

O automobilismo brasileiro ganhará um importante campeonato no segmento de categorias de alta competitividade e baixo custo a partir da temporada de 2012. Está sendo lançada nesta semana em São Paulo a MM Cup, categoria promovida pelo ex-piloto de Stock Car Felipe Gama, que chega com a proposta de unir o apelo nostálgico de carros inspirados em modelos dos anos 1960, a um formato de competição que utiliza preparações únicas de chassis e motores realizadas, respectivamente, por Manuel Ferreria, o Manelão, e por Vinícius Losacco – alguns dos mais experientes profissionais do automobilismo brasileiro.

Com o objetivo de reduzir custos, aumentar a competitividade e valorizar a importância do piloto em um esporte cuja principal característica é a interação entre homem e máquina, a MM Cup foi formatada para aproximar o automobilismo de um público bastante variado.

Inspirada em uma categoria criada há 40 anos no Reino Unido, lá batizada de Mini Miglia, a MM Cup está sendo formatada no Brasil com adaptações que visam aproximá-la da realidade do automobilismo nacional. O resultado dessa equação é um evento que privilegia a alta competitividade e o baixo custo de participação, oferecendo aos competidores grande prazer ao pilotar.

Com relação peso-potência de 5,50 kg/hp, os protótipos da MM Cup se assemelham neste item a carros de categorias como o Trofeo Linea (5,04 kg/hp), e são uma excelente porta de entrada para os pilotos que desejam chegar aos torneios mais velozes do automobilismo. O campeonato também foi formatado para atrair o interesse de pilotos iniciantes, que estão saindo do kart, ou que desejam o automobilismo como hobby.

“Nossa proposta é que a MM Cup torne-se a categoria de turismo de maior equilíbrio e competitividade do país e, ao mesmo tempo, a de menor custo”, declarou Felipe Gama. “Construímos carros rigorosamente iguais e escolhemos uma configuração mecânica que privilegiasse o prazer de pilotar, sem deixar de lado o controle de custos. Ao optar pelo uso de um carro construído no Brasil, abrimos espaço para o aproveitamento de peças usadas pela indústria automotiva nacional e conseguimos uma proposta extremamente interessante e viável”, comentou o promotor.

O responsável pelo motores usados na MM Cup será Vinícius Lossaco, pai do piloto de Stock Car Giuliano Losacco e um dos mais conceituados preparadores do Brasil. “O piloto que vencer corridas na MM Cup vai vencer, também, em qualquer outra categoria de turismo. Acredito que este seja o único campeonato do Brasil em que o piloto faça, realmente, toda a diferença”, declarou.

A engenharia de pista ficará a cargo da estrutura comandada por Manuel de Juses Ferreira, o Manelão, campeão das mais variadas categorias de turismo no Brasil e envolvido com o esporte a motor desde 1965.

“Estou no automobilismo há 46 anos e poucas vezes estive tão empolgado com uma nova categoria quanto estou nesse momento com a MM Cup. É um grande orgulho para mim fazer parte desse grupo e minha equipe está 100% comprometida em entregar aos nossos pilotos carros equilibrados, para que eles possam fazer a diferença na pista”

Construídos em Minas Gerais – Os simpáticos carrinhos da MM Cup estão sendo desenvolvidos em Minas Gerais há cinco anos, com os testes de pista sendo realizadas no circuito Mega Space. Com apenas 550kg de peso, o modelo atinge 175km/h de velocidade máxima empurrado por um compacto e moderno motor Fiat de 1.000cc.

“Montamos um supertime técnico para garantir aos participantes da MM Cup o máximo de equilíbrio e desempenho. O carro, inspirado em um clássico dos anos 1960 que ficou famoso ao estrelar os filmes do comediante Mr. Bean, é produzido em Belo Horizonte sob o comando Manoel Rezende, piloto desde 1976, fundador do grupo de profissionais envolvidos na MM Cup e idealizador da categoria”, acrescentou Felipe Gama.

A temporada de 2012 do MM Cup terá dez rodadas duplas, todas realizadas no Autódromo de Interlagos nos mesmos fins de semana do Campeonato Paulista de Automobilismo. O custo de participação é de R$ 4.750,00 por corrida, ou R$ 9.500,00 por rodada dupla. Neste valor já estão inclusos o aluguel do carro e do motor, toda a mão-de-obra de preparação e atendimento de pista, transporte e armazenagem dos equipamentos, gasolina, pneus e óleo, além de credenciais para visitantes e patrocinadores e um bufê completo para garantir maior conforto a pilotos e convidados.

“Para manter a identidade da categoria com o carro que inspirou a MM Cup, e também para controlar custos, optamos por um motor de baixa cilindrada e alta performance, já que esse tipo de mecânica é a mais barata e abundante do Brasil. Como o MM tem distância entre-eixos de apenas 1,975m e somente 550kg, conseguimos oferecer um carro que tem desempenho parecido com o de um modelo 1.6 usado nos regionais de turismo, e com ótima dirigibilidade em razão da pequena distância entre os eixos. Nosso objetivo foi oferecer aos pilotos um grande prazer ao pilotar e os menores custos do Brasil”, finalizou o promotor.

Ficha Técnica
Modelo: MM Cup
Motor: Dianteiro, 4 cilindros
Cilindrada: 1.000cc
Potência: 100cv, a 6.000 RPM
Torque: 13,40 kgfm, a 4250 RPM
Câmbio: Manual, 5 marchas à frente e uma à ré
Tração: Dianteira
Peso: 550kg
Entre-eixos: 1,975m
Bitola traseira: 1,170m
Bitola dianteira: 1,180m
Altura do para-lama: 0,585m
Altura do chassi (dianteiro): 0,172m
Altura do chassi (traseiro): 0,198m
Altura da carroceria: 1,370m
Comprimento do carro: 3,070m

Anúncios
Esse post foi publicado em Automobilismo e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Outra categoria para o nosso automobilismo

  1. Marcos Ferreira disse:

    Por que um motor 1.000cc? Poderia ser um 1.600cc pelo menos. E por que não uma bolha de um carro brasileiro? Uma sugestão: Fiat 147….

  2. Pingback: Olha ai uma boa chance para conhecer a caranga: MM Cup | Bobo da Corte

  3. Pingback: MM Cup: Agora até eu! | Bobo da Corte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s