Stock Car: ninguém sobe e ninguém cai mais

Foto Duda Bairros

Uma regra muito importante será modificada na Stock Car na temporada 2012. Fim da regra do rebaixamento e acesso. Ou seja: a partir deste ano nenhuma equipe mais deixa de disputar a categoria no ano seguinte por conta de resultados ruins e também nenhuma equipe da Copa Montana “sobe” para a Stock Car. Até o ano passado as equipes campeã e vice garantiam o direito de competir na “principal”.

Ou seja: quem está dentro só sai se vender para alguém. E quem está fora só entra se comprar a vaga de alguém. Ah, e não pode alugar. Tem que usar a vaga!

Na minha humilde opinião isto está certo. Do jeito que era – com rebaixamento – as equipes não eram donas da sua vaga.  Você não podia fechar um contrato de dois anos com piloto/patrocinador não sabendo se estaria no grid no segundo ano de contrato. Claro que as principais equipes e patrocinadores não se preocupavam com esta regra. Mas não são todos que têm patrocinador forte.

De novo na minha humilde opinião, esta mudança é uma vitória para os donos de equipes. Agora sim a vaga de cada um vale dinheiro. Você coloca o seu preço. Quem quiser pagar entra. Se um chefe de equipe quer aposentar, ele coloca preço, vende e vai pescar.

Você pode ser convidado para sair

Claro que deverá existir uma regra que o Promotor do evento se sente a vontade de convidar ou “desconvidar” alguém da categoria. Explico. Uma equipe está com dificuldades para ter pilotos, patrocínio, ir para as corridas. Esta mal das pernas. Ou é pega roubando, tentando burlar o regulamento técnico. A Vicar pode pedir (ou mandar, como queiram) que esta equipe deixe a categoria. E ai convida alguém interessado.

Está mudança na regra está meio que acertada entre equipes e Vicar desdeo fim do ano. Seria uma surpresa para todos se não acontecer.

Os donos

Hoje são 16 equipes na Stock Car e 13 donos. São eles:

Andreas Mattheis – 2 equipes – Red Bull Mattheis e A. Mattheis Motorsports
Rosiene Campos (Meinha) – 2 equipes – Eurofarma RC e RC Motorsport
Mauricio Ferreira – 2 equipes – Full Time I e Full Time II
Irineu Boettger – 1 equipe – Itaipava Racing Team
Duda Pamplona – 1 equipe – Officer ProGP
Mauro Vogel – 1 equipe – Vogel Motorsport
Thiago Menegel/Edvaldo Zaghetti e Alex Gesell – 1 equipe – AMG Motorport
Amadeu Rodrigues – 1 equipe – Hot Car
Eduardo Bassani – 1 equipe – Bassani Racing
Carlos Alves – 1 equipe – Carlos Alves Competições
Pablo e Mico – 1 equipe – Mico´s Racing
Jorge de Freitas – 1 equipe – JF Racing
Alexandre Gramacho – 1 equipe – Gramacho Racing

E a equipe do Zonta?

Um detalhe bem interessante envolve Ricardo Zonta e sua equipe – a RZ Competições – na Stock Car. Mesmo com uma temporada de boa para média em 2011 – teoricamente ele não tem vaga no grid. O time do ex-piloto da Fórmula 1 usava a vaga “alugada” do Carlos Alves. Este, dono da vaga, decidiu disputar a categoria em 2012.

Ai aconteceu à história que Zonta estaria comprando a vaga do Gramacho, que subiu com a sua equipe de Montana. Mas Gramacho declarou que vai disputar a categoria este ano! Inclusive – pelo o que eu ouvi dizer – está com os carros que a equipe Amir Nasr utilizou em algumas provas de 2011.

Sendo assim, em qual vaga Ricardo Zonta se encaixaria no grid? Uma vaga extra, talvez? Sendo a 17ª equipe. Um acerto com o Gramacho? Sociedade na vaga?

Não sei. Mas está apertado para o Zonta.

Esse post foi publicado em Stock Car e marcado , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Stock Car: ninguém sobe e ninguém cai mais

  1. Eduardo Custodio dos Santos disse:

    Bem Nei, concordo em partes !

    Porque analisando pelo lado de contratos a longo prazo e adaptações de pilotos OK. ( Apesar que poderiam existir pelo menos 2 testes antes do começo da temporada )

    O que acontece sempre são equipes pequenas que não conseguem viabilizar recursos ficarem andando lá atras, com pilotos medianos, muitas vezes 1 piloto por prova…assim sempre os mesmos andam na ponta .

    Já sobre Zonta acho muito ruim, porque é um grande piloto , com bons recursos e capacidade de montar uma estrutura bacana e fazer frente as demais equipes.

  2. Um post muito bom… Pena que esteja falando de uma competição esportiva e tenha tantas palavras que não combinam com esporte “de verdade”…

  3. Marcos costa disse:

    Marcos Costa

    Acho bem legal a ideia de não ter o rebaixamento, porem qual a intenção de correr a copa montana.
    Não existe mais a super licença, que ate um tempo atrás só poderia correr quem tivesse sido campeão na categoria de acesso.

    A categoria corre o risco de virar uma bagunça no grid, pois a equipe que não fechar todos os patrocínios para a temporada pode escolher as provas que acha mais interessante para correr assim esvaziando o grid.
    No ultimo ano podemos acompanhar a AMG tendo que largar em todas as provas para não ser rebaixada, agora não existira essa necessidade.

    Ou no final do campeonato a equipe que não estiver disputando mais nada poderá simplesmente tirar ferias e não correr algumas provas.

    Quero ver como a promotora reagirá a estas questões?

    Abs, e bom trabalho.

  4. Francisco Romanato disse:

    Nei, também concordo com a questão do planejamento, facilita e muito a possibilidade de fazer uma planejamento mais a longo prazo, ideal inclusive para as equipes menores conseguirem sair do “buraco”.

    Mas na minha opinião isso tem muito dedo ($$) da Vicar, acredito que eles vão receber alguma taxa pelas transações de venda das vagas, posso estar errado, se você souber de alguma coisa, por favor me corrija. Obviamente isso também é justo com as equipes que já estão lá a tanto tempo fazendo o espetáculo que tanto amamos.

    Mas faço uma outra pegunta, será que a Vicar não possui interesse em colocar mais algumas vaguinhas em 2013?? E assim criariam mais um produto e uma fonte de receita? Sabemos que a capacidade das pistas já está no limite em relação a quantidade de carros nas etapas, mas nestas horas o dinheiro sempre fala mais alto e para tudo pode se dar um “jeitinho”.

    Outro ponto é essa questão do Zonta, eu dúvido muito que ele fique de fora do grid, ele é um nome muito forte e possui bons patrocinadores e de força. Será que já não vai ser criada uma exceção??

    Estou fazendo o papel do advogado do diabo aqui, mas acho que podemos pensar nestas questões também.

    abs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s